Um mês a bordo do Ti'Cata






Dia 15 de dezembro, saímos do Rio de Janeiro rumo a pequena ilha francesa de Martinica, no meio do mar do Caribe. A partir dai, nossa aventura começou! Com minha irmã Sacha e nossos pais, embarcamos a bordo do pequeno catamarã Ti’Cata para seis meses através dezenas de ilhas e prometemos contar tudo para vocês aqui no Joca!

Se acostumar a vida num barco


Primeiro, preciso contar como foi se acostumar a vida num barco, pois é tudo diferente! Nos primeiros dias, batia a cabeça em todos os cantos, e caímos varias vezes através das janelas… é claro, num veleiro, as janelas ficam no chão, então se você anda sem prestar atenção, é a queda obvia! Tudo é diferente, a cama, a geladeira, o banheiro… bem, eu conto depois sobre o banheiro! Se quiser fazer compras, não pode apenas sair pela porta e ir a rua, precisa preparar o bote e pilotar até a terra firme entre as ondinhas! Meus pais ainda não me deixaram dirigir o bote (pois é muito nervoso), mas prometerão que no meu aniversário, dia 8 de fevereiro, me autorizarão, estou ansioso!

Rumo ao sul!


Ficamos duas semanas ancorados na Martinica (em Sainte Anne) para descobrir o barco e guardar tudo direito (e parar com estas quedas pelas escotilhas!) Depois, começamos a viagem em direção ao Sul. Ancoramos nas ilhas de Santa Lucia, São Vicente, Bequia, queremos ir para a Ilha Moustique (Mosquito em francês), mas o vento não deixou, depois Canouan, Mayreau e o paraíso dos Tobago Cays, uma longa barreira de corais, onde se encontra a agua mais clara do mundo e onde foram filmadas várias cenas  dos « Piratas do Caribe ». Estas últimas ilhas pertencem ao conjunto das ilhas Granadinas.

Golfinhos, tartarugas, raias e muitos peixes!


A primeira vez que peguei o leme, aparecerão golfinhos, ficamos de queixo caído! Mergulhamos muito, Sacha vive na agua e já viu muitos peixes! Visitamos um centro que cuidava de tartarugas de pente, elas estavam lindas! E uma vez, quando estava nadando tranquilamente na beira da praia, uma raia enorme passou a um metro de mim e me assustou!  Agora, estamos nos acostumando com o barco. É gostoso dormir com o balanço do mar. Podemos pescar, mergulhar, passear… Até temos escola a bordo, e confesso que as vezes é difícil se concentrar com uma agua tão linda ao redor! 

Da próxima vez, contaremos sobre como é estudar aqui e sobre as ilhas que conhecemos!


Podem também acompanhar o nossos vidéos e fotos na página Facebook.com/aVidaSalgadadeTomeSacha


Até logo!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tudo sobre St Barth!